HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 66%

TEMPERATURA: 28°C

Após um ano e meio foragido, acusado de feminicídio brutal em Luizlândia do Oeste (JK) é preso no Mato Grosso

Incansável trabalho da Polícia Civil conseguiu localizar o suspeito Nilton Roberto Barbosa em Campo Verde, Mato Grosso

O homem apontado como principal suspeito da morte de sua própria esposa em fevereiro de 2022 no distrito de Luizlândia do Oeste (JK), em João Pinheiro, foi preso após 18 meses foragido. Nilton Roberto Barbosa, que teria atirado contra a esposa Janete Moreira de Melo várias vezes, foi localizado na cidade de Campo Verde, estado do Mato Grosso.

A Polícia Civil do Mato Grosso recebeu informações da inteligência da Policia Civil de João Pinheiro e as duas delegacias trabalharam juntas no intuito de localizar Nilton, até que ele foi encontrado em Campo Verde, onde estava trabalhando de pedreiro. O JP Agora apurou, ainda, que a população de Campo Verde descobriu o crime e Nilton planejava fugir novamente nesta quarta (30).

Investigadores de João Pinheiro, Valmir e Genor, responsáveis pelo caso – Foto: Arquivo Pessoal

A localização precisa do suspeito foi confirmada na segunda-feira pelos investigadores Valmir e Genor, da Delegcia de João Pinheiro e, nesta terça-feira (29), a prisão aconteceu após repassarem informações aos Policiais Civis de Campo Verde, no Mato Grosso. A reportagem do JP Agora apurou que a Polícia Civil de João Pinheiro também identificou os amigos que auxiliaram na fuga de Nilton e estes serão indiciados.

Nilton passará por audiência de custódia ainda no Mato Grosso e, depois, será encaminhado a João Pinheiro, onde deverá ser julgado pelo Tribunal do Júri.

Vítima lutou por vários dias no hospital

O crime em questão chocou a população de Luizlândia do Oeste (JK) e toda a região. Nilton mantinha um relacionamento marcado por brigas e discussões com Janete e, no dia do crime, a vítima trocava mensagens com a cunhada Denise quando foi alvejada.

Janete, vítima de feminicídio – Foto: Reprodução Redes Sociais

Denise concedeu entrevista ao JP Agora à época do crime e deu detalhes do ocorrido. Ela contou que Janete estava deitada com suas duas netinhas na cama. Depois de baleada, Janete ligou para Denise pelo aplicativo e pediu por socorro.

Nilton e Janete – Foto: Reprodução Redes Sociais

“As duas netinhas são bem pequenininhas. Ela estava deitada com as duas menininhas, ele começou a discutir com ela por ciúmes, mas diz ela que nem foi uma discussão assim porque ela estava conversando comigo por WhatsApp. Eu moro na mesma rua que ela, aí eu conversando com ela, dez minutos da última mensagem ela me ligou gritando e pedindo socorro. Cheguei lá, estava as duas netas dela na cama gritando e ela no chão gritando por socorro. Aí eu consegui descer, chamei a PM e a PM entrou comigo”, disse a mulher ao JP Agora.

Janete foi socorrida enquanto perdia muito sangue, principalmente na região da perna, onde um dos disparos atingiu sua veia femoral. Além desses, todos os demais tiros atingiram partes vitais, como o intestino. Depois de 14 dias de luta, Janete perdeu a batalha e faleceu.

Nilton ficou foragido por um ano e seis meses. Nesse período, a Polícia Civil de João Pinheiro não descansou até que conseguiu localizá-lo. O trabalho foi difícil porque o suspeito tomava cuidado para não ser encontrado, como por exemplo utilizava celular registrado em CPF de terceiros.

O suspeito será julgado pelo Tribunal do Júri e o JP Agora seguirá acompanhando tudo de perto.

Nilton Roberto Barbosa – Foto: Reprodução Redes Sociais

Fonte: JP Agora

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados