HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 63,20%

TEMPERATURA: 27°C

Com uma corda, homem amarra a ex e tenta matá-la enforcada e sufocada em Patos de Minas

Vítima teve relacionamento de 12 anos com o suspeito e terminou com ele há cerca de um ano. Ex-companheiro tentou fugir, mas foi preso.

Suspeito foi preso com facas e réplica de arma de fogo em Patos de Minas. — Foto: PMMG/Divulgação

Um homem de 55 anos foi preso após ir a casa da ex-companheira, amarrá-la e enforcá-la com uma corda e tentar sufocá-la com um travesseiro em Patos de Minas. O caso foi registrado na noite de segunda-feira (22) e o suspeito tentou fugir depois do crime, mas foi encontrado e preso.

Segundo a Polícia Militar (PM), ele se relacionou com a vítima durante 12 anos, porém, a relação terminou há cerca de um ano. No entanto, ambos mantinham boa convivência e o homem ainda visitava a casa para utilizar a máquina de lavar.

Aos policiais, a mulher afirmou que na noite de segunda o suspeito foi até a casa embriagado. Recebido pela vítima, os dois conversaram por cerca de 10 minutos, até que ele foi até o carro. Ao retornar, estava com uma corda e disse à mulher “eu vim hoje te matar”.

Conforme a ocorrência, o homem a segurou e amarrou os braços da vítima com a corda. O suspeito tentou sufocá-la com um travesseiro e as mãos. Ele também tentou enfocá-la com a corda.

Como ela resistiu, o homem levou uma das mãos até cintura para pegar uma faca. A vítima, então, aproveitou e conseguiu se desvencilhar.

A mulher se trancou em um quarto e gritou por socorro. A Polícia Militar foi acionada por vizinhos, que ouviram os pedidos da mulher.

Ainda segundo a PM, o homem fugiu de carro após não conseguir invadir o quarto. Ele foi localizado alguns minutos depois, tentou reagir, mas foi preso por tentativa de homicídio, lesão corporal e violência doméstica.

Com o suspeito foram encontradas uma arma de pressão e duas facas. Já no veículo foram encontrados um facão, quatro facas, dois canivetes e um espeto para churrasco.

Por g1 Triângulo — Patos de Minas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados