HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 66%

TEMPERATURA: 28°C

Homem agride ex, manda vídeo íntimo do casal para amigo e é preso em Patos de Minas

Vítima alega ter sido chamada de ‘vagabunda’ pelo homem e precisou passar por exames na Santa Casa de Misericórdia

Vítima deu entrada na unidade de saúde para realizar exames — Foto: IMAGEM ILUSTRATIVA – Paulo H. Carvalho / Agência Brasília



Um homem de 21 anos foi preso suspeito de agredir a ex-namorada, de 17, e divulgar um vídeo íntimo do casal para um amigo. A ocorrência foi registrada em Patos de Minas, na região Alto Paranaíba, em Minas Gerais, na última segunda-feira (12).

A vítima procurou a Polícia Militar (PM) informando que namorou o suspeito por dois anos e que há três meses o relacionamento deles havia terminado. No final de semana, eles se encontraram, já que o homem desejava reatar o namoro.

Após a jovem ter retornado para a casa, o ex ligou para ela dizendo que se eles não voltassem, ele iria suicidar-se. A garota então retornou para o imóvel dele. Enquanto eles conversavam, ela disse ter visto no celular do ex que ele havia enviado um vídeo íntimo de ato sexual do casal para um amigo.

A jovem, conforme registrado na ocorrência, ficou enfurecida com a atitude do homem e os dois passaram a discutir. Em determinado momento, o ex trancou a garota no quarto e, em seguida, a empurrou na cama, puxou os cabelos e a xingou de “vagabunda”. 

No registro policial consta que a vítima conseguiu sair do quarto após o suspeito receber mensagens no celular alertando que a polícia seria acionada. A vítima contou ter sido agredida outras vezes e que já havia visto o ex com arma de fogo.

O outro lado

O suspeito negou as acusações, disse que o casal havia reatado o namoro e afirmou não ter compartilhado o vídeo íntimo com nenhum conhecido. A mãe dele afirmou não ter percebido nada de estranho na casa da família, tanto que foi para o trabalho no outro dia normalmente. 

Diante de tudo que foi relatado para os policiais, o suspeito foi preso em flagrante. A vítima deu entrada na Santa Casa de Misericórdia para realizar exames. O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas.

Fonte: O Tempo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados