HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 66%

TEMPERATURA: 28°C

Homem chuta cachorro de criança e porta de carro e é agredido pelo motorista em Patos de Minas

Imagens mostram toda a ação, que ocorreu em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Ele foi preso maus-tratos a animais e ameaças contra criança.

Homem chuta porta de carro após agredir cachorro de criança — Foto: Reprodução

Um homem de 38 anos foi preso por maus-tratos a animais depois de chutar o cachorro de uma criança de 12 anos em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Após chutar o animal, ele também chutou um carro que passava na rua e acabou agredido pelo motorista. Veja o vídeo acima.

O caso aconteceu no último sábado (8). Segundo a Polícia Militar (PM), a mãe da criança contou que o filho passeava com os cães quando o homem chutou um dos animais. A mulher também relatou que o suspeito ameaçou a criança quando ela tentou impedir a agressão.

No vídeo é possível ver o momento em que o homem se aproxima da criança, que está na calçada com os animais, e chuta o cachorro. O suspeito foi para a rua e, logo em seguida, chutou a porta de um carro que passava.

Após o chute, o motorista parou o carro, desceu e bateu no homem com tapas, socos e chutes. Os dois brigaram e saíram do alcance da gravação.

Depois das agressões, o motorista voltou para o veículo e foi embora. O homem então foge.

Ele foi localizado em uma casa após uma denúncia e preso por maus-tratos a animais e ameaças contra criança. Aos militares, ele contou que andava pela rua quando foi atacado pelos cães e que reagiu com chutes na direção dos animais, mas não chegou a agredi-los. O homem também contou que um carro passou pelo local e o motorista agrediu ele com tapas no rosto e fugiu. Ele disse que não conhece o homem que bateu nele.

Veja o vídeo:

Homem chuta cachorro de criança, dá chute em carro que passava e é agredido pelo motorista

Por g1 Triângulo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados