HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 66%

TEMPERATURA: 28°C

Instalação de usina solar fotovoltaica na Represa de Três Marias, estão suspensas

Represa de Três Marias / Foto: Drone TMJ

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais, por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Três Marias informou nesta sexta-feira (21) que a Instalação de usina solar fotovoltaica flutuante no reservatório da UHE de Três Marias, estão suspensas.

O MPMG cadastrou o Inquérito Civil para averiguar a regularidade da instalação de usina solar fotovoltaica flutuante no espelho d’água do reservatório da Usina Hidrelétrica de Três Marias, pela CEMIG.

O MPMG cobra esclarecimentos iniciais sobre o licenciamento ambiental do empreendimento, autorizações para intervenção ambiental e estudos de impactos já realizados.

Na ocasião, os Promotores de Justiça Dr. José Antônio Freitas Dias Leite e Dra. Carolina Lameirinha pontuaram que os princípios da prevenção e precaução estão norteando o MPMG na condução do Inquérito Civil para que os impactos do empreendimento sejam devidamente identificados e para que haja disponibilização, com transparência e segurança, das informações à população de Três Marias.

Na data de 21/06/2024, a CEMIG encaminhou ao Ministério Público comunicado informando que, em razão de alteração no comando da Vice-Presidência de Geração e Transmissão da Companhia, o projeto da Usina Fotovoltaica Flutuante Três Marias está sendo reavaliado em sua totalidade, de modo que, nesse período de reanálise, o empreendimento não será desenvolvido.

 A CEMIG se comprometeu a comunicar o MPMG quando o processo interno de reanálise estiver finalizado.

 O Ministério Público continuará acompanhando o caso e velará para que haja atendimento aos princípios e normativas ambientais vigentes

Veja o Comunicado à Imprensa e a Nota para a População Trimariense.

Desenvolvido por EmbedPress

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados