HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 66%

TEMPERATURA: 28°C

Mãe agride filha de 9 anos após flagra-la gravando vídeos sensuais dentro do banheiro; em Patos de Minas

De acordo com a ocorrência, a Conselheira Tutelar acionou a Polícia Militar

Foto: Reprodução Patos Notícias

Nesta última quarta-feira (19) uma mãe acabou sendo presa acusada de agredir sua filha de 9 anos, após ela encontrar sua filha gravando vídeos sensuais dentro do banheiro, o caso aconteceu em Patos de Minas.

Segundo informações da ocorrência, uma conselheira tutelar acionou a Policia Militar solicitando apoio após receber a denúncia de agressão física de uma mãe a filha.

Funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) solicitaram o comparecimento da Equipe do Conselho Tutelar, após a mãe chegar com sua filha com escoriações pelo corpo.

A mãe informou que reside sozinha com a filha, e que durante a madrugada desta quarta-feira (19), por volta das 00:20h encontrou sua filha no banheiro fazendo vídeo sensual com o celular, e por esse motivo acabou agredindo ela fisicamente utilizando de um fio de energia, com a intenção de educa-la.

Durante a conversa, a conselheira tutelar também observou que a mãe ficou confusa e assutada e chegou a dizer sobre a vontade de tirar a propia vida, diante dos fatos a mãe foi encaminhada ao CAPS (Centro de Apoio Psicossocial), local onde ela faz tratamento com a equipe de médicos psiquiátricos.

A Conselheira também encaminhou a menina até o Hospital Santa Casa de Misericórdia, para que ela fosse atendida e medicada.

Durante uma conversa com a menina, ela contou aos militares que sua mãe é paciente do CAPS, e que toma vários medicamentos controlados, e também faz uso de bebida alcoólica, e que não é a primeira vez que sofre agressões físicas por parte da mãe.

Segundo informações do Patos Hoje, a Policia Militar entrou em contato com a irmã da mãe, a qual relatou que possui o conhecimento que ela faz acompanhamento no CAPS há bastante tempo por causa de problemas psiquiátricos e transtorno bipolar.

A irmã disse ainda que a mãe da menina tentou tirar a própria vida e já agrediu a filha em data pretérita. Diante dos fatos, a menina, após ser atendida e ter alta médica, foi encaminhada pela equipe do Conselho Tutelar até o lar provisório.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados