HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 63,20%

TEMPERATURA: 27°C

Mulher é resgatada após ficar em cárcere e ser torturada com os filhos pelo marido em Patos de Minas

Vítima também disse à PM que era obrigada a usar remédio controlado. Ela e os três filhos viviam em um mesmo quarto, com colchões velhos, em uma situação “sub-humana” em Patos de Minas.

Momento em que acusado de agredir e manter em cárcere privado esposa e filhos é preso em MG — Foto: Reprodução/Patos Hoje

Há um ano sem poder sair de casa, sendo torturada e agredida com os filhos: essa era a forma que uma mulher de 33 anos vivia, dentro de casa e isolada do resto do mundo, em Patos de Minas. O responsável por essa situação é o marido dela, de 32 anos, preso na terça-feira (24).

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem não deixava a esposa sair de casa e, por ciúmes, também cortou o cabelo dela. A situação chegou ao conhecimento da Polícia Militar (PM) após denúncia anomia de vizinhos.

Agressões e tortura

Conforme a PM, o casal vive junto há 15 anos e tem três filhos, uma adolescente de 12 anos e duas crianças, de seis e nove. Todos afirmaram ser vítimas das agressões físicas e mentais.

Em conversa com a mulher, foram mostrados hematomas e cortes feitos pelo marido. Ela também disse que foi obrigada por ele a ingerir o Clonazepam, remédio controlado e utilizado para tratar transtornos psicológicos e neurológicos.

Já as crianças, afirmam que eram proibidas de sair na rua, sempre viam a mãe apanhando do pai e eram ameaçadas para que não contassem a ninguém. Eles viviam todas em um mesmo quarto, com colchões velhos, em uma situação “sub-humana”, segundo a PM.

O avô das crianças e pai da mulher confirmou as agressões e disse que também era ameaçado pelo homem. Ele contou ser responsável por pagar todas as contas da casa já que, além de tudo, o agressor também era usuário de drogas.

Prisão

Após ouvir as vítimas, o homem foi preso e encaminhado até a delegacia da Polícia Civil. De acordo com a delegada Hionara Araújo, um inquérito já foi aberto para investigar o caso e levantar mais informações.

“O autor foi autuado em flagrante delito por lesão corporal, cárcere privado e tortura, delitos estes praticados no contexto de violência doméstica contra a mulher”, comentou a delegada.

A mulher foi levada para o hospital para passar por exames médicos, já as crianças foram deixadas com o avô.

Por Carolina Portilho e Lucas Figueira, g1 Triângulo — Patos de Minas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados