HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 63,20%

TEMPERATURA: 27°C

Ossos da mão, crânio e fêmur: dupla é investigada por furtar restos mortais em cemitério de Vazante

Ossada foi furtada do cemitério de Vazante, no Noroeste do estado. A Polícia Civil cumpriu mandados na cidade e em Patos de Minas, onde parte dos ossos foi recuperada.

Operação ‘Finados’ investigou duas pessoas que furtaram ossos de cemitério em Vazante — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Duas pessoas foram presas na manhã de quinta-feira (26) por furtarem ossos do Cemitério Campo da Esperança, em Vazante, no Noroeste do estado. As prisões feitas pela Polícia Civil ocorreram durante a operação “Finados”, que cumpriu dois mandados de prisão e três de busca e apreensão na cidade e em Patos de Minas.

Segundo o delegado André Luiz Ferreira dos Santos, uma exumação realizada pelo Instituto Médico Legal (IML) constatou a ausência de ossos em cadáveres que estavam no cemitério em Vazante.

“Foram retirados crânio, mãos, fêmur, entre outros ossos. A investigação visou colher elementos de autoria dos crimes de vilipêndio de cadáveres, ocultação e subtração de cadáver, corrupção passiva e ativa, e, possivelmente, crimes contra o meio ambiente”, afirmou.

Em uma casa em Patos de Minas foram apreendidos alguns dos ossos furtados, além de outros objetos que foram levados do cemitério e celulares.

Ainda de acordo com o delegado, as duas pessoas presas confessaram o envolvimento no crime, mas apresentaram versões contraditórias sobre o que fariam com os ossos.

“As investigações seguem para colher mais elementos de autoria e responsabilidade. Mais pessoas serão interrogadas, e o inquérito segue”, finalizou.

✅ Clique aqui para seguir o novo Canal do TMJ no WhatsApp.

Por g1 Triângulo — Vazante

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados