HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 63,20%

TEMPERATURA: 27°C

Pai encontra filha morta e pede ajuda para levar o corpo para a casa em Curvelo

Suspeita é de que ela teria reagido a um roubo e foi assassinada no sítio da família

Imagem ilustrativa de faca, objeto usado no crime — Foto: Pixabay

Um pai encontrou a própria filha, uma jovem de 21 anos, morta no sítio da família em Curvelo, na região Central do Estado, nessa quarta-feira (4). A suspeita é de que a mulher tenha reagido a um roubo da moto do irmão e foi morta no local. 

A polícia foi acionada por vizinhos, já que o pai não sabe mexer em celular. Ele foi até ao imóvel vizinho pedir por ajuda. À PM, o homem disse que saiu de casa por volta das 7h para realizar o cultivo de plantação em uma roça e que apenas a jovem ficou no sítio. Ele retornou por volta das 15h30, mas ainda alimentou e realizou o manejo dos animais. Por volta das 17h, deu falta de sua filha e começou a procurá-la.

O homem relatou que enquanto fazia a busca, localizou a moto do filho caída a poucos metros da casa, e logo em seguida localizou a filha caída atrás do imóvel. Ela estava de barriga para baixo, com um pano amarrado no pescoço e uma faca ao lado. O pai viu que a filha já estava sem vida e foi pedir ajuda. 

O pai ainda contou que os vizinhos o ajudaram a pegar o corpo da vítima, que estava fora da casa, e colocá-lo em cima da cama em um quarto. Não se sabe, ainda, se mais de uma pessoa cometeu o crime. A casa não foi revirada e nada foi levado.

A perícia foi até ao local e identificou quatro lesões na vitima, provavelmente provocadas com a faca ali encontrada, sendo uma perfuração na altura da clavícula esquerda, duas perfurações pequenas nas costas e uma no couro cabeludo. A perícia recolheu a faca, o pano que estava amarrado no pescoço da vítima, que aparentemente era uma calça da própria jovem, e fragmentos que foram tirados da moto na tentativa de fazer a ligação direta. 

A polícia fez rastreamentos na região, mas nenhum suspeito foi preso. O corpo foi removido para o IML. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados