HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 63,20%

TEMPERATURA: 27°C

Pinheirense de 35 anos que morreu por complicações da dengue enterrou o pai no domigo (12), também por dengue

Celso faleceu no sábado (11) por complicações da infecção por dengue

Na noite desta terça-feira (14), com muito pesar, o JP Agora comunicou o falecimento do pinheirense Cássio Souza Brito, de 35 anos, por complicações da dengue. O falecimento do querido carpinteiro repercutiu na cidade de João Pinheiro e acendeu ainda mais o alerta sobre os riscos da doença, principalmente porque Cássio havia enterrado o pai no domingo (12), que também morreu por dengue.

Celso, pai de Cássio, deu entrada na UPA e ficou internado lá por um dia. Com as plaquetas muito baixas, ele teve de ser transferido a Patos de Minas com urgência, mas infelizmente faleceu depois de três dias na UTI. O filho, por sua vez, não chegou a ficar internado. Cássio deu entrada na UPA ainda ontem, foi transferido para a UTI de João Pinheiro e sofreu uma parada cardíaca durante o tratamento intensivo.

O JP Agora, assim como toda a população de João Pinheiro, não consegue sequer mensurar a dor da família por ter perdido duas pessoas queridas em um período de 3 dias. Apesar disso, tentamos entender a dor e externamos nossas sinceras condolências.

Infelizmente, mesmo sendo doloroso para os familiares verem o assunto sendo noticiado pela mídia, nosso papel social enquanto portal jornalístico nos obriga a tratar novamente sobre os óbitos com o objetivo de alertar ainda mais a população local, principalmente àqueles pinheirenses que ainda não entenderam a gravidade da situação.

Dito isto, é fundamental que toda a população de João Pinheiro tome atitude. A hora de apontar o dedo e cobrar das autoridades já passou, a dengue mata e é preciso ação para combatê-la. Faça a sua parte, limpe o seu quintal, suas calhas, cuide do reservatório de água dos seus animais e cobre de seus vizinhos as mesmas atitudes.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados