HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 66%

TEMPERATURA: 28°C

Reajuste de 4,62% para servidores de MG é aprovado na Assembleia

Votação foi realizada em meio a protestos de trabalhadores. Todas as emendas foram rejeitadas.

Servidores protestam em votação de reajuste na ALMG — Foto: Alexandre Netto

Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, nesta quinta-feira (6), reajuste de 4,62% para os servidores civis e militares do estado.

A votação foi realizada em meio a protestos de trabalhadores, sobretudo da segurança e da saúde. O texto recebeu 64 votos favoráveis. Não houve votos em branco ou contrários.

O índice de 4,62% foi proposto pelo estado na última terça-feira (4) e já estava previsto em uma emenda assinada por todos os deputados da Assembleia.

O projeto original enviado pelo governador Romeu Zema (Novo) à Casa, aprovado em 1º turno, autorizava reajuste de 3,62%, abaixo da inflação de 2023.

O texto aprovado prevê que o percentual seja aplicado de forma retroativa a janeiro de 2024. Além disso, permite a concessão de auxílio-alimentação também a servidores afastados do trabalho, em casos de licença para tratamento de saúde, licença-maternidade, licença-paternidade, licença adotante e licença por luto.

Todas as emendas foram rejeitadas. Elas previam, por exemplo, pagamento do retroativo em parcela única e aumento do reajuste, de forma a cobrir também a inflação de 2022 – no ano passado, os trabalhadores não receberam correção salarial.

O projeto seguirá agora para sanção do governador Romeu Zema.

Por g1 Minas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados