HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 66%

TEMPERATURA: 28°C

Homem é preso por divulgar locais de blitze da PM em grupo de WhatsApp em Paracatu

Divulgação é considerada crime previsto no Código Penal. Polícia alerta que informações podem facilitar a ação de criminosos.

Homem de 31 anos foi preso por divulgar blitz em Paracatu — Foto: PM/Divulgação

Um homem de 31 anos foi preso em Paracatu na noite de terça-feira (30) por divulgar locais de blitze da Polícia Militar (PM) em um grupo de WhatsApp com mais de 800 pessoas. O crime é previsto no artigo 265 do Código Penal, por atentar contra serviço de utilidade pública. A pena é a reclusão de um a cinco anos, além de multa.

O homem foi localizado após denúncia de que ele havia fotografado o local em que a viatura estava posicionada e enviado um áudio alertando sobre a presença da polícia.

Com uma captura de tela do grupo (veja abaixo) e do número utilizado pelo para envio do alerta sobre a blitz, a PM iniciou as buscas para encontrar o responsável pelas mensagens.

Grupo de WhatsApp onde as blitz eram divulgadas em Paracatu — Foto: PMMG/Divulgação

Segundo apuração inicial, os integrantes desse grupo estariam empenhados no monitoramento da localização das viaturas. Levantamentos continuam para identificar os demais envolvidos na divulgação de informações pelo WhatsApp.

“A Polícia Militar alerta a população para que não divulgue locais de blitze e/ou o posicionamento das viaturas, pois, além do crime, prejudica o serviço da segurança pública como um todo, facilitando a ação de criminosos”.

Por g1 Triângulo — Paracatu

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados