HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 63,20%

TEMPERATURA: 27°C

Homem tenta abrir conta com dados falsos e é preso em flagrante dentro de banco em Três Marias

Homem disse que foi contratado por um grupo criminoso de Uberlândia para fazer a abertura da conta. Ele receberia R$ 2 mil pelo serviço.

Documentos falsos como identidade, comprovante de endereço e de renda, além de um celular foram apreendidos pela Polícia Civil — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Um homem, de 54 anos, foi preso em flagrante, após tentar abrir uma conta em um banco apresentando documentos falsos, nesta segunda-feira (07), em Três Marias, na região Central.

Segundo o delegado da Polícia Civil, Heitor da Rocha, o suspeito é natural do estado do Paraná e mora em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Ele estava com documentos de identidade, CPF, comprovante de endereço e relatório do INSS, todos com registros inexistentes.

“Chegamos ao suspeito após sermos acionados pela gerente do banco, informando que havia um homem em atitude suspeita e com documentos onde a foto não correspondia à pessoa, além de comprovante de residência e de renda falsos”.

Ainda segundo o delegado, o homem afirmou que tinha sido contratado por um grupo criminoso em Uberlândia para ir à Três Marias abrir uma conta. A distância entre as duas cidades é de aproximadamente 400km. O suspeito disse também que o grupo teria fornecido todos os documentos falsos e a função dele era de apenas fazer a abertura da conta. Ele iria receber R$ 2 mil pelo serviço. A suspeita é de que o caso tenha ligação com um grupo criminoso atuante no Estado, que pratica estelionato.

“A conta falsa, possivelmente, seria utilizada para a prática de estelionato, como golpe do pix, dentre outros. Além disso, a conta poderia ser utilizada para a prática do crime de lavagem de dinheiro. Por meio da promessa de pagamento, eles aliciam pessoas para abrirem contas em agências do interior de Minas. As investigações continuam para identificar os integrantes do grupo criminoso, bem como a o ocorrência de outros fatos semelhantes aqui na comarca de Três Marias/MG”, esclareceu Dr. Heitor de Souza.

O homem possui passagens pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Durante as investigações, a Polícia Civil vai apurar se houve a prática de outros crimes de falsa documentação ou estelionato pelo suspeito, e para que a conta seria utilizada. A previsão é que o inquérito seja concluído em 10 dias.

O suspeito foi encaminhado ao presídio da comarca de Três Marias, onde ficará à disposição da justiça.

Por Nátila Gomes, g1 Grande Minas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados