HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 66%

TEMPERATURA: 28°C

Investigados por tripla tentativa de homicídio são alvos de operação em Curvelo

Segundo as informações do delegado André Pelli, cinco mandados de prisão foram expedidos, sendo que um dos alvos não foi localizado e é considerado foragido. Outros dois investigados já estão encarcerados.

Quarenta policiais participaram da ação — Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil realizou uma operação contra os investigados por uma tripla tentativa de homicídio em Curvelo nesta quarta-feira (13).

“O fato ocorreu no dia 29 de julho, foi um crime de repercussão na cidade na época e a Polícia Civil vem investigando os autores desde esse período”, explicou o delegado André Pelli, que também é chefe do 14⁰ Departamento de Polícia Civil.

Segundo as informações do delegado, cinco mandados de prisão foram expedidos, sendo que um dos alvos não foi localizado e é considerado foragido. Outros dois investigados já estão encarcerados.

Além disso, 10 ordens judiciais de busca e apreensão foram cumpridas e terminaram com o recolhimento de porções de crack, uma pistola calibre .380 municiada, dinheiro e dois veículos utilizados no crime.

“As investigações continuam, primeiro, para capturar esse indivíduo foragido e, segundo, para esclarecer completamente a participação de todos eles nesse crime do dia 29 e em outros fatos criminosos que eles também são suspeitos de participar aqui na cidade e região”, completou André Pelli.

A operação contou com a participação de 40 policiais, incluindo o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) e do Canil.

Sobre o crime

Segundo o registro feito pela Polícia Militar, dois irmãos, de 36 e 40 anos, chegavam em casa quando tiveram o carro emparelhado outro automóvel. Em seguida, dois passageiros desceram e atiraram várias vezes contra eles. O motorista alvo dos disparos acelerou o veículo e foi perseguido pelos criminosos, que ainda efetuaram mais tiros. Ninguém ficou ferido.

Um dos homens relatou à PM, que reconheceu dois dos autores, sendo que um deles já havia tentado matá-lo em 2018 após desentendimentos.

Uma mulher, de 22 anos, que na época estava grávida de cinco meses, também contou que chegava do trabalho, quando viu os homens atirando em sua direção. Ela não soube dizer a motivação dos disparos.

Durante a ocorrência, a PM fez a prisão de um suspeito, que negou participação no crime. Consta no boletim de ocorrência que ele e o outro suspeito de atirar, que não foi localizado no dia dos fatos, possuem diversas passagens pela polícia, sendo receptação, tráfico de drogas e ameaça algumas delas.

Por Michelly Oda e Lorena Lemos, g1 Grande Minas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados