HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 63,20%

TEMPERATURA: 27°C

Onda de calor pode causar temperaturas acima de 40º C em MG nos próximos dias, Três Marias o clima pode esquentar

Alerta foi emitido por meteorologistas do sul do Brasil e deverá afetar grande parte do país; fenômeno é causado por bolha de calor e termômetros poderão chegar a 45º C

Centro de Três Marias – Foto: Drone TMJ

Se o calor dos últimos dias já assustou muita gente em Três Marias, a população pode se preparar para dias ainda mais quentes nesta semana.

É que, segundo o MetSul, empresa de meteorologia do Sul do Brasil, uma onda de calor deverá atingir a maior parte do país nos próximos dias, causando temperaturas de 40º a 45º C e gerando, inclusive, risco à vida.

Entre as regiões que deverão ser afetadas, está grande parte de Minas Gerais, inclusive a capital Belo Horizonte.

De acordo com a MetSul Meteorologia, uma massa de ar extremamente quente cobrirá o país, aumentando as temperaturas já no começo desta semana nas regiões Centro-Oeste e Sudeste. A partir da segunda metade da semana, ainda conforme a entidade, a massa de ar deverá se reforçar ainda mais e causar “temperaturas atipicamente elevadas”.

“Trata-se de uma situação de elevado perigo pela severidade do calor esperado e que demandará atenção das autoridades. Serão vários estados em que o calor será muito intenso a extremo. A massa de ar quente vai afetar com força e marcas perto ou acima de 40ºC, por exemplo, o Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Rondônia, Amazonas, Pará, Tocantins, Bahia, Piauí e Maranhão”, alertou o MetSul.

Ainda de acordo com os meteorologistas, em Minas as regiões que deverão ser as mais afetadas pelo calor extremo, com temperaturas máximas superando os 40º C, serão o Triângulo e o Noroeste do Estado. “O pico do calor em intensidade deve se dar entre o final desta semana e o começo da semana que vem”, completa.

Bolha de calor

A empresa de meteorologia explicou ainda que uma bolha de calor será a causa do problema, fenômeno que também é conhecido como “domo” ou “cúpula de calor”. Ele ocorre com áreas de alta pressão que atuam como cúpulas de calor, e têm ar descendente (subsidência).

Fonte: O Tempo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados