HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 63,20%

TEMPERATURA: 27°C

PV expulsa Prefeito Fabiano, de São Gonçalo do Abaeté e deputado Inácio Franco por apoio a Bolsonaro

Legenda pontuou, em nota, que todos deixaram de forma clara ‘suas posições contrárias ao projeto do Partido Verde’, que apoia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

Após declararem apoio à candidatura à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), três prefeitos e um deputado estadual do Partido Verde em Minas foram expulsos da sigla em decisão da comissão executiva do diretório estadual da agremiação. São eles o prefeito de São Gonçalo do Abaeté, Fabiano Lucas, a prefeita de Conquista, Vera Lúcia Guardieiro, o prefeito de Andrelândia, Francisco Carlos Rivelli, e o deputado estadual Inácio Franco. “Ao manifestar apoio público ao atual presidente, os citados deixaram, de forma clara, suas posições contrárias ao projeto do Partido Verde”, diz a nota do partido.

O PV compõe a Federação Brasil da Esperança – FE Brasil (PV / PT / PCdoB), que, por sua vez, tem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como candidato à Presidência. O apoio dos ex-filiados da sigla a Bolsonaro, portanto, se tornou um inviável para a legenda. O comunicado enviado pelo PV pontua ainda que, ao aceitar participar da federação, o partido “reafirma seu compromisso com forças e representantes democráticos e progressistas preocupados, justamente, com os caminhos que estão sendo trilhados pelo país nos últimos três anos e 10 meses no que tange às pautas ambientais e aos aspectos socioeconômicos da nossa nação”.

O comunicado também faz críticas a Bolsonaro, enfatizando que as políticas ambientais e de desenvolvimento sustentável são atacadas pelo presidente. Além disso, afirma que essas pautas estão na raiz da existência do partido e que “tais como a defesa do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável, o exercício da democracia representativa, a justiça social, a liberdade, o pacifismo, a diversidade, a cidadania feminina e o saber. Esses valores, contudo, têm sido gravemente atacados pelo atual governo federal, principalmente na figura do atual presidente Jair Bolsonaro”.

Fabiano Lucas, prefeito de São Gonçalo do Abaeté, já havia dito a O TEMPOquando o processo disciplinar foi aberto,  que seria um “prazer ser expulso do partido”. Nesta quinta-feira (13), ele afirmou para a reportagem que está tranquilo “e cada vez mais confiante na eleição do presidente Bolsonaro”. Questionado se já iria se filiar a outro partido, ele informou que irá esperar o resultado da eleição.

A reportagem procurou ainda Vera Lúcia Guardieiro, Francisco Carlos Rivelli e Inácio Franco, mas, até a publicação deste conteúdo, não obteve retorno.

Fonte: O Tempo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados