HORA CERTA:

NÍVEL DA REPRESA: 66%

TEMPERATURA: 28°C

Sem comida e machucada, mulher desaparecida no DF desde agosto é encontrada em cárcere privado em Paracatu

Companheiro dela foi preso em flagrante na mesma casa onde vítima estava. Ela contou à polícia que era enforcada e ameaçada de morte pelo rapaz, que dizia que iria jogar o corpo dela em uma vala.

Imagem / Reprodução Redes Sociais.

Uma mulher de 23 anos desaparecida desde 16 de agosto em Gama (DF) foi resgatada de um cárcere privado em Paracatu, no Noroeste de MG, na última sexta-feira (9).

Segundo Polícia Militar (PM), a vítima estava com a cabeça raspada e com vários machucados pelo corpo, inclusive uma fratura na mão direita. O companheiro dela, de 27 anos, foi preso em flagrante.

O resgate ocorreu em uma residência no Bairro Alto do Açude, após denúncia. A PM informou que no primeiro contato com a equipe policial, a mulher se recusou a abrir a porta da casa, alegando que estava tudo bem.

No entanto, os militares perceberam que ela estava chorando e a todo momento tentava dispensar a presença da polícia. Após muita insistência e diálogo, ela abriu a porta, e o rapaz que estava no local tentou fugiu correndo pelos fundos, mas foi alcançado e preso.

A mulher contou à PM que viajou de Gama para Paracatu para se encontrar com o rapaz, com quem tinha iniciado um relacionamento. Ela revelou que ele a enforcava e a ameaçava de morte, dizendo que iria jogar o corpo dela em uma vala nos fundos da casa.

Além das agressões físicas, a vítima também ficou sem comida e trancada no imóvel durante dois dias. Ela foi socorrida e levada ao Pronto Socorro Municipal.

O homem foi conduzido para a delegacia, junto com cinco munições apreendidas no imóvel.

Por g1 Triângulo — Paracatu

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados